13 de julho de 2002

(8{> - Apelidos

Hoje, recebi um telefonema de um amigo que não vejo há muito tempo. Não tem jeito, só me chama de ceguinho. Por mais estranho que pareça, eu gosto.
Nós cariocas, sempre tivemos a mania de arranjar apelido para todo mundo. Com a onda do “politicamente correto” - que tenta matar qualquer piada na fonte - fica mais difícil.
Lembro alguns dos melhores que conheço:

CAMINHÃO-DE-FEIRA - Um cara que tinha um ombro mais baixo que o outro.
GALINHA D’ANGOLA - Uma mulatinha que dava pra todo mundo.
CAMBALHOTA - Um careca com uma barba enorme.
GAMBIARRA - Um cara feio pra cacete.
KRESTO - Um gordão da rua.
LYSOFORM - Um outro, que vivia perfumado.
MACABRO - Um sujeito do trabalho, que adorava tragédias.
PNEU-DE-CHUVA - Um negão que tinha a cara toda prejudicada.
SUSTAGEN - Outro gordão.
TROTEIO - Um gaguinho.

Alguns são cruéis, admito.
Sobre o “politicamente correto” a melhor definição que ouvi, veio de um anão: “Chamar de anão, tudo bem. Agora, prejudicado vertical é a puta-que-pariu.”

Post patrocinado por:
REPOLHO - O amigo que ligou.
Adivinha o que ele vivia fazendo?

12 de julho de 2002

(8{> - Maldição

Diz a lenda, que o vampiro só entra na casa da gente se for convidado.
Ontem zapeando, parei no programa do João Kleber, na Rede TV! Fiquei uns dez minutos. Cá entre nós: o cara é um doente.

Post patrocinado por:
REDE TUVÊ? - Pior pra você.

11 de julho de 2002

(8{> - Hoje num tô bom


Post patrocinado por:
CASPAM - Dá na cabeça de todo mundo.

10 de julho de 2002

(8{> - Organizações Tabajara

O diário Kibe Loco, divulgou que os Cassetas estão sendo censurados, na “Vênus Arrombada”. Para que eles não precisem ficar falando da novela “Semelhança”, sugiro algumas histórias alternativas. Só precisam pesquisar certas informações e documentos:

...Os Olhos do Dragão A incrível história, de um islandês, que caiu dentro de um vulcão. (Foto de quando o Hélio de La Peña era branco)

...Da Itália para o Japão História de uma "mama" italiana que fez uma operação para mudança de sexo. Agora se chama "Sun-Dabu" e virou guru da seita "Kufuma", que ameaça soltar gases no metrô de Tóquio. (Fotos do Bussunda - tipo: antes e depois)

...O Drama do(a) Paquito(a) A história do Cláudio Manoel, que usando uma peruca loura e o nome falso de Cláudio Joaquim, se inscreveu no concurso para Paquita. Foi estuprado(a) por um porteiro do Projac, de codinome "Bonifácil".  (Boletim de Ocorrência e o laudo do IML)

...A História de MP O dia em que a Maria Paula, também conhecida como "Metida Provisória", sentou em cima do Marcos Maciel e, desde então, o homem nunca mais foi visto. (Um mapa do Chile com a localização do PFL)

...Madureira Chorou Como os espaços de Madureira foram invadidos por camelôs que cospem, fincam estacas e ainda ficam gozando sem que ninguém tome providências.
(Fotos que mostrem os grandes espaços de Madureira tomados por camelôs)

...A Ascensão de Hubert Fruta de um amor proibido entre um garotinho da classe média e uma empregada favelada, chegou à Presidência da República. (Foto do Hubert com seus pais no Palácio das Laranjeiras e outra com seu padrasto no Palácio do Planalto)

...A Vida do Rei Naldo De como um garoto carioca, magro, feio, que sofria de prisão-de-ventre, chegou a Rei de Minas, tomando o coroa do seu tutor - um homem franco e destemido - que nasceu em um navio. Vivia tão enjoado, que um dia, declarou guerra ao Brasil. (Foto do topete do coroa do Reinaldo)

...As Aventuras de Beto Silva Também conhecido como "Badalhoca". Sempre se achou parecido com a Margareth Tatcher. Namorou o Pinochet e tentou desestabilizar a economia Argentina, trocando pesos por cruzados novos. Também, pediu ajuda ao Pelé para seqüestrar o Marafona, mas o rei não quis sujar a cara de pó branco e ficar parecendo um Al Johnson às avessas. Já no fim da vida, juntou-se aos Cassetas e representa todos os personagens que usam tailler. (Marca do depilador que ele usa)

Post patrocinado por:
ANTI-CENSURATOR TABAJARA

9 de julho de 2002

(8{> - Marraio-feridor-sou-rei

Verão, fim de tarde. Chuva de granizo, pedras maiores que bolas-de-gude. Caem passarinhos, que dormiam nas mangueiras. O avô chama para ajudar a pegar os pássaros tontos. Coloca vários na garagem. Na manhã seguinte, abre a porta da garagem e os passarinhos voam. Festa.

Mais de uma hora, “batendo” o costão do Criminoso, em Búzios. Já pegou peixe suficiente para o escambo do almoço com o dono do restaurante. Sobe na pedra, abre o zíper da roupa de mergulho e tira um cigarro do saquinho plástico. Qualquer dia, não tem fôlego nem para conseguir o café da manhã.

Deitado, na pedra do Arpoador, sente uma cutucada na costela. Olha para cima e vê a modelo mais bonita do país, olhando zangada: - Canalha! Não telefona mais, né?

Fieira com peixes, amarrada na cintura. Vê ao longe uma sombra, como um torpedo, entrando no recife. Parece um “tintureiro”(*), deve ter uns quatro metros. Morrer em Noronha, desse jeito, não está nos planos. Por um instante, parece tentador encarar o bicho. Coisa estranha, melhor subir na pedra.

A garota se aproxima: - Fulana está perguntando se você não vai dançar com ela?
Olha para o outro lado do salão. Fulana está rindo. É a garota mais cobiçada do Jardim Botânico.
Toca, Love is a Many-Splendored Thing, com Ray Conniff. Perfeito (para a época).

Post patrocinado por:
SONHO DE VALSA
 
É rosa.
(*) - Tubarão Tigre